As coisas começaram a dar certo na hora que deixei você ir embora.







Que coisa estranha falar assim, pensar dessa forma, mas com muita reflexão, com certas passagem em minha vida ou em nossas vidas, sim, convivemos muito tempo juntos. Mas desde o momento que você saiu e bateu aquela porta de um jeito diferente, eu tomei vergonha na minha cara, enxuguei todas as lágrimas que caíram por vezes quando brigávamos, deixei que tudo isso acontecesse ao natural, no momento que cai em si vendo que você não era a única pessoa na face da terra, e que eu no auge da minha juventude pudesse me descobrir, beijar outras boucas, me entregar de corpo e alma, apesar de ás vezes quebrar a cara, mas só pelo simples motivo de não haver discuções, sabe que satura, não aguentava mais, muitas vezes depois do término, eu sai, encontrei muito caras legais, pessoas de bom coração, sim, tinha uns que não havia papo, mas apenas um drink e depois ia para a minha casa, comecei a tomar as minhas decisões baseada no meu coração e não em uma única razão pensando em nosso relacionamento, e o universo conspirou, começou a dar certo a partir do dia que deixei você ir embora.




Sim, confesso, eu sou uma mulher de querer casar, ter filhos, sou do jeito antigo, mas tudo tem o seu tempo, você pensava que estava te pressionando, meu bem, nunca fui dessas. A melhor felicidade estou vivendo hoje, nesse momento, sem ninguém, vivendo a minha vida com a maior felicidade, torcendo que você esteja feliz da mesma maneira. O mais importante disso, que estou aqui falando de você e não me sinto nada mal, me sinto muito bem em relação a isso, não faço tantos planos mais, quem sabe surja alguém logo que possa me tirar do chão mas ao mesmo tempo me pegar no colo e me segurar, o mais impressionante de tudo isso que hoje penso que pode haver alguém aqui dividindo a cama comigo, isso mostra que você foi uma passagem, que bateu a porta e foi embora, e depois disso ás coisas começaram a dar certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade

http://www.tertuliaonline.com.br/
http://www.revistapacheco.com/p/contato_507.html

Destaques

A primeira vez em que eu quase morri

Uma experiência de quase morte não é algo muito fácil de esquecer, sobretudo quando se tem 16 anos. Nessa época, eu era um rapaz latino-americano, franzino e com algumas espinhas na testa. É verdade, era mais do que eu desejava, se é que alguém deseja ter espinhas. Eu era o típico adolescente: cheio de sonhos, impulsivo e medroso. Mais medroso que impulsivo, aliás.

Sobre o apego e as lembranças que escapam lentamente

O primeiro bem que meu pai me deixou, meio sem querer, foi seu aparelho de telefone celular. Não é um smartphone, não acessa a internet. A câmera fotográfica integrada tem parcos megapixels. As pessoas riem do aparelho quando são apresentadas a ele, sem saber que ali dentro, naquela caixa preta, está guardada minha pequena herança particular.

"Uma Aventura Perigosa"

Max de Castro é um funcionário público insatisfeito com trabalho e com problemas no casamento. Após uma crise de estresse em pleno expediente, incentivado por um psicanalista em um programa de entrevistas, escreve uma carta confessional, que deve ser escondida e destruída em 24 horas, mas a mesma desaparece, antes que ele pudesse fazê-lo. Começa então o inferno de Max, angustiado pela possibilidade de seus maiores segredos serem descobertos, ou por sua esposa, ou por sua cunhada, a jovem Sophia, por quem se sente fortemente atraído.

Cinema: Frances Ha

Em Frances Ha (2012), Frances (Greta Gerwig) é uma jovem nova-iorquina de 27 anos que não corresponde às expectativas idealistas de uma sociedade que exige do indivíduo o sucesso em questões profissionais e afetivas nessa fase. Ao contrário, como muitos jovens nessa idade, Frances ainda não faz ideia do que, para ela, é ser bem sucedida. O artista francês Eugène Delacroix escreveu em 'Diário' que para se chegar a segurança e maturidade do espírito é necessário passar pela sutil delicadeza da nossa sensibilidade juvenil.
As imagens postadas neste site foram retiradas da internet ou enviadas por colaboradores. Se é proprietário de alguma imagem e se sentiu ofendido, por favor, entre em contato conosco e ela será rapidamente tirada do ar.